15 dicas para principiantes na cozinha

15 dicas para principiantes na cozinha

Quando se inicia a confeção de alguns pratos, o mais normal é cometerem-se erros que não deviam acontecer; acontecem porque, habitualmente, os aprendizes de chefs pensam que o pouco que sabem é suficiente para se iniciarem no mundo da cozinha. Mas não é, pois cozinhar é um longo processo de aprendizagem, de estudo e, sobretudo, de paixão.

Seguem alguns exemplos, algumas dicas, para iniciar a confeção de alguns pratos.

1. Secar a carne com um papel de cozinha.

Quando pegamos num lombo de galinha, por exemplo, dentro de um saco, podem existir vestígios de água; essa água deve ser sempre seca e nunca cozinhada com a carne. Basta pegar num pedaço de papel do rolo da cozinha, colocar o lombo de galinha em cima e secar.

2. Colocar a carne dentro de um saco para a amassar.

Depois de seca, e para tornar mais suculenta, pois um lombo de galinha pode ser seco, podemos colocar o lombo dentro de um saco e, com um martelo de cozinha, bater suavemente no lombo.

3. Temperar a carne com sal e pimenta e deixá-la repousar durante dez minutos.

Retire o lombo e tempere o lombo com sal e pimenta. Depois, basta deixar a carne repousar dez minutos, ao ar, e o sabor vai ser completamente diferente. E se no fim encontrar vestígios de água, volte a secar o lombo.

4. Controlar o calor na panela.

Lombo temperado e seco, aprenda a controlar o calor da sertã. O princípio básico é utilizar as temperaturas médias, seja a gás ou num fogão elétrico.

5. Quantidades de óleo e gordura suficientes na panela.

Ao colocar a sertã, assegure-se que a quantidade de óleo ou azeite é suficiente. O bom senso aconselha, para cozinhar um bife de frango, a não cobrir o fundo da sertã com gordura.

6. Aquece a panela antes de adicionar óleo

Ao colocar a gordura, a sertã já deve estar quente, não muito, mas primeiro coloca-la, acender o fogão, esperar um pouco, e então colocar a gordura a não cobrir o fundo.

7. Virar a carne cedo.

Vamos então colocar o lombo de galinha na sertã. Deixe estar quatro minutos e, quando vir que começa a ficar branco dos lados, verifique se está dourado como gosta; caso queira dourar mais um pouco, deixe ficar mais um minuto e vire a carne. Mais dois ou três minutos e está pronto a ser retirado da sertã.

8. Deixar a carne a repousar e não desperdiçar sumo.

Retirada, coloque num prato e deixe repousar um pouco; para não arrefecer, pode cobris com folha de alumínio. Vai reparar quando foi retirar a folha, que a carne largou algum sumo; não o deite fora, pois pode ser aproveitado para temperar.

9. Preparar vegetais e as ervas aromáticas.

Para acompanhar o frango, escolha vegetais e ervas aromáticas frescas; lave tudo com imenso cuidado, escolha produtos diferentes para temperar, aconselhamos a usar gengibre e chili.

10. Criar um plano e técnicas de cozinha.

Para tudo, e em cozinha é fundamental, tem de criar um plano adequado. Um plano é saber que vai cozinhar os vegetais na sertã onde cozinhou o frango e aproveitar o sumo que guardou.

11. Não cozer demasiado os vegetais.

Sabe que grande parte dos vegetais podem ser comidos crus, por isso o processo de preparação dos vegetais deve ser sempre rápido.

12. Relaxar enquanto os alimentos estão a ser confecionados, pois não precisamos de estar sempre a olhar para eles.

Viu, como tudo se pode tornar simples… e deixe os alimentos confecionar suavemente, não precisa de estar sempre a olhar para eles.

13. Temperar com molhos.

Cozinhados, basta temperar, e pode utilizar também molhos.

14. Criar bom aspeto nos pratos.

Dê imaginação à sua criatividade.

15. Praticar e aperfeiçoar constantemente.

E, para fazer sempre melhor, pratique a aperfeiçoe diariamente.

 

Hoje deixamos algumas ideias e, se seguir o nosso blog, vai ver que muitas outras vamos deixar. Na verdade, ao começarmos a cozinhar, temos de ter as bases e as habilidades mínimas para apresentarmos algo que nos faça sentir bem…

 

inscricao-curso-cozinha-120h